Diabetes “Cuidando da saúde”

Olá, Amigos Vita!

Hoje estou compartilhando com vocês informações sobre uma doença que afeta milhões de pessoas.
E sabe por que resolvi falar sobre o diabetes? Porque alguns cuidados com alimentação são primordiais para controlar a doença.

            Vamos lá… Quero compartilhar algumas informações com vocês!

O diabetes se caracteriza pelo aumento do açúcar no sangue, que, em níveis elevados, tem a capacidade de reagir com vários componentes como proteína, LDL e fibras de colágeno, favorecendo o desenvolvimento de condições inflamatórias e perda da elasticidade dos vasos.

person holding black tube

Assim, o diabetes é um estado que agrava o risco de doença cardiovasculares como o infarto e os acidentes vasculares cerebrais, assim como diversas patologias como insuficiência renal, retinopatias, artrites e problema de circulação nos membros inferiores.

 

Existem dois tipos de diabetes:

  • Diabetes Tipo 1: também chamada insulina dependente, descoberta geralmente na infância causada pela destruição das células do pâncreas responsável pela produção de insulina;
  • Diabetes Tipo 2: insulina não dependente, que é caracterizado pelo que chamamos “resistência à insulina”, isto é, os órgãos e tecido do corpo perdem a capacidade de captar o açúcar em resposta ao sinal da insulina.

 

A obesidade é a principal causa da diabetes tipo 2, sua incidência vem aumentando nos últimos anos graças ao “padrão alimentar ocidental” e ao sedentarismo.

Gente, olhem isso… 

  • Segundo o Ministério da Saúde, 8,9% das pessoas da população brasileira tem diabetes, essa grave doença matou 406.452 pessoas no Brasil entre 2010 e 2016, e junto com a hipertensão é a primeira causa de mortalidade no Brasil.
  • Dados da Federação Internacional de Diabetes (IDF) mostraram que em 2017, 12,5 milhões brasileiros tinham diabetes.

A maioria dos casos são de diabetes tipo 2 que poderia ser evitada através do combate da obesidade e do sedentarismo.

Para controle da doença, não basta só tomar os medicamentos. Além de levar uma vida com hábitos saudáveis, o diabético deve alimentar-se corretamente exercitar-se com regularidade e fazer exames periodicamente.

A adoção de um estilo de vida saudável pode prevenir até 90% dos casos de diabetes tipo 2. Manter o peso ideal é essencial, tanto para controle quanto para prevenção.

 

Diabetes e alimentação

Modificações na alimentação são reconhecidas como um recurso para o controle glicêmico e a redução do risco das doenças cardiovasculares na diabetes mellitus. Isso porque a alimentação está relacionada diretamente a alguns fatores que interferem na prevenção e no controle do Diabetes tipo 2 e de seus agravos.

agriculture basket beets bokeh

O plano alimentar orientado por um nutricionista é baseado em uma alimentação saudável que considera todos os grupos de alimentos. A quantidade do alimento a ser consumido vai depender de cada caso e por isso o tratamento é individualizado.

Outro fator que nos chama atenção na prevenção e no controle do diabetes é tomar cuidado com a ingestão de alimentos com alto valor de índice glicêmico. Índice glicêmico é a rapidez com que os diversos tipos de glicídios contido nos alimentos são absorvidos pelo intestino e encaminhado para a circulação sanguínea, esta assimilação rápida força o pâncreas a secretar uma grande quantidade de insulina. Essas flutuações podem causar o esgotamento do pâncreas. Além disto o aumento abrupto de açúcar no sangue e consequentemente o aumento de insulina poderá causar a hipoglicemia o que estimula os centros controladores do apetite, causando o que chamamos acesso de fome estimulando, assim, a obesidade.

Alguns alimentos como cereais açucarados, pão branco e guloseimas, como chocolates, tem índice glicêmico alto.

Cenoura crua, Brócolis, pepino, berinjela, espinafre, alface, tomate, lentilhas, abobrinha, batata-doce e ervilha fresca são exemplos de alimentos com um índice glicêmico baixo. Mas tem muitos outros…

A escolha das gorduras também é importante na prevenção da diabetes. A gordura saturada favorece a inflamação o que poderia aumentar a resistência à insulina. Óleo de oliva exerce ação anti-inflamatória o que poderia diminuir o risco de desenvolver a resistência à insulina. As gorduras ômega 3 contidas melhorar a resposta dos órgãos à insulina, prevenindo assim a diabetes.

group of women doing work out

O exercício físico é essencial na prevenção e controle. Como os músculos são os principais órgãos importantes na absorção da glicose, a atividade física regular vai garantir um nível estável da taxa de glicose no sangue.

Então, Amigos Vita, como comentei lá no início, os bons hábitos de vida sem dúvida melhoram a qualidade de vida e agem na prevenção do diabetes e de várias outras doenças.

Precisamos melhorar nossos hábitos alimentares e praticar mais atividades para garantirmos mais saúde e qualidade de vida!

Até a próxima! 😉

Elaborado por:
Suzana Kanadani Campos
Nutricionista – CRN-MG 2554


Fontes:

A Saúde pelo Prazer de Comer Bem
Autores Richard Béliveau e Denis Gingras
Editora Vozes

Sociedade Brasileira de Diabetes
www.diabetes.org.br

Cadernos de Atenção Básica
Diabetes Mellitus
Ministério da Saúde

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s